Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

TOCANDO EM FRENTE - MÚSICA SERGIO REIS

ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA
E LEVO ESTE SORRISO
PORQUE JÁ CHOREI DEMAIS
HOJE ME SINTO MAIS FORTE
MAIS FELIZ, QUEM SABE
SÓ LEVO A CERTEZA
DE QUE MUITO POUCO EU SEI
OU NADA SEI

CONHECER AS MANHAS E AS MANHÃS
O SABOR DAS MASSAS E DAS MAÇÃS
É PRECISO AMOR PRA PODER PULSAR
É PRECISO PAZ PRA PODER SORRIR
É PRECISO CHUVA PARA FLORIR

PENSO QUE CUMPRIR A VIDA
SEJA SIMPLESMENTE
COMPREENDER A MARCHA
E IR TOCANDO EM FRENTE

COMO UM VELHO BOIADEIRO
LEVANDO A BOIADA
EU VOU TOCANDO OS DIAS
PELA LONGA ESTRADA, EU VOU
ESTRADA EU SOU

CONHECER AS MANHAS E AS MANHÃS
O SABOR DAS MASSAS E DAS MAÇÃS
É PRECISO AMOR PRA PODER PULSAR
É PRECISO PAZ PRA PODER SORRIR
É PRECISO CHUVA PARA FLORIR



TODO MUNDO AMA UM DIA
TODO MUNDO CHORA
UM DIA A GENTE CHEGA
NO OUTRO VAI EMBORA
CADA UM DE NÓS
COMPÕE A SUA HISTÓRIA
CADA SER EM SI
CARREGA O DOM DE SER CAPAZ
DE SER FELIZ

CONHECER AS MANHAS E AS MANHÃS
O SABOR DAS MASSAS E DAS MAÇÃS
É PRECISO AMOR PRA PODER PULSAR
É PRECISO PAZ PRA PODER SORRIR
É PRECISO CHUVA PARA FLORIR


MÚSICA DA MARISA MONTE - A SUA

A Sua

Marisa Monte

Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre mais
Eu só quero que você ouça
A canção que eu fiz pra dizer
Que eu te adoro cada vez mais
E que eu te quero sempre em paz
Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
Como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
Eu só quero que você caiba
No meu colo
Porque eu te adoro cada vez mais
Eu só quero que você siga
Para onde quiser
Que eu não vou ficar muito atrás
Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
Como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
E que eu te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

MÚSICA DA MARISA MONTE - AINDA BEM


MARISA MONTE
AINDA BEM

Ainda bem
Que agora encontrei você
Eu realmente não sei
O que eu fiz pra merecer
Você
Porque ninguém
Dava nada por mim
Quem dava, eu não tava a fim
Até desacreditei
De mim
O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que a meu lado
Você iria ficar
Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim
O meu coração
Já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão
Tinha sido maltratado
Tudo se transformou
Agora você chegou
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim
O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que a meu lado
Você iria ficar
Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim
O meu coração
Já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão
Tinha sido maltratado
Tudo se transformou
Agora você chegou
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

VOCE..., QUE É IMPORTANTE

Quando fecho os meus olhos
"vejo" e sinto a vida quase perfeita...
é quando estou sonhando
sonhando com você
você que é importante
na minha vida
tudo o que eu preciso
é de você
do seu carinho
de você pertinho
A vida não tem que ser perfeita
mas tem que ser bem vivida
com você...
razão do meu viver.
Rio de Janeiro, 19\12\2013
Êidina Queiroz

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL!

MINHA MENSAGEM DE NATAL
Nesta época, eu não poderia deixar de lembrar da minha infância e adolescência, quando passava uns dois meses nos ensaios da peça, a representação do nascimento de Cristo, eu me sentia importante, grande, afinal eu seria Maria, a mae do filho de Deus.... conto isso com muito orgulho e alegria...

Deixo para todos, a minha mensagem, não é, apenas, por ser Natal, mas que nos sirva todos os dias, que possamos ser amáveis, generosos, bons cristãos, em tod...os os dias das nossas vidas, com todos, sempre...

Desejo, a todos, que na paz de Deus, cada um, possa encontrar o seu caminho e que, este caminho seja trilhado com muita
- Fé,
- Coragem, para assumir e enfrentar as dificuldades do dia a dia,
- Perseverança, para que jamais desista ou desanime dos seus sonhos,
-Esperança, para que a cada novo dia possa ver novos horizontes,
- Amor, que motiva todos os outros sentimentos para que sempre fique cercado de: respeito, compreensão, solidariedade e dedicação.
Que a vida seja abençoada e que transborde em paz, saúde e harmonias.

Natal, é para comemoramos o nascimento de um ser, que veio a esse mundo com a exclusiva missão, de nos ensinar o verdadeiro significado da palavra amor. ELE é a essencia do Amor.

FELIZ NATAL, TODOS OS DIAS.
ÊIDINA QUEIROZ, 17\12\2013
(Texto e autoria Registrado)

domingo, 8 de dezembro de 2013

Internação no Pasteur

Mais uma internação básica
Para não passar em branco, o mês de dezembro, ontem, fui obrigada a "dar um pulinho" no Hospital Pasteur, no meio da noite, onde fiquei durante algumas horas, que ironia, não gosto muito do Pasteur, mas é o mais próximo da minha casa... Acho que fiquei com uma ansiedade louca, deve ser a expectativa das festas... fiquei com dores nas costa e uma dificuldade para respirar, (fibromialgia forte) então, emergência aqui vou eu... estou melhor, ainda bem, em razão do soro com os remédios para as dores, eu dormi a manha inteira... melhor para mim... assim, não preciso pensar... pensar dói e faz mal à saúde... vou sobreviver, com certeza, se eu ficar um pouco afastada deste blog, a razão será esta, não quero pensar, não quero escrever, não quero ler, só quero esquecer as dores...

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

CAMINHOS CRUZADOS - TOM JOBIM

Caminhos Cruzados
Tom Jobim           

Quando um coração que está cansado de sofrer,
Encontra um coração também cansado de sofrer,
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar.
Quando existe alguém que tem saudade de outro alguém
E esse outro alguém não entender,
Deixa esse novo amor chegar,
Mesmo que depois seja imprescindível chorar.
Que tolo fui eu que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém pode explicar!
Vem, nós dois vamos tentar...
Só um novo amor pode a saudade apagar.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

CECÍLIA MEIRELES - MARCHA

 

Marcha

As ordens da madrugada
romperam por sobre os montes:
nosso caminho se alarga
sem campos verdes nem fontes.
Apenas o sol redondo
e alguma esmola de vento
quebram as formas do sono
com a idéia do movimento.
Vamos a passo e de longe;
entre nós dois anda o mundo,
com alguns mortos pelo fundo.
As aves trazem mentiras
de países sem sofrimento.
Por mais que alargue as pupilas,
mais minha dúvida aumento.
Também não pretendo nada
senão ir andando à toa,
como um número que se arma
e em seguida se esboroa,
- e cair no mesmo poço
de inércia e de esquecimento,
onde o fim do tempo soma
pedras, águas, pensamento.
Gosto da minha palavra
pelo sabor que lhe deste:
mesmo quando é linda, amarga
como qualquer fruto agreste.
Mesmo assim amarga, é tudo
que tenho, entre o sol e o vento:
meu vestido, minha música,
meu sonho e meu alimento.
Quando penso no teu rosto,
fecho os olhos de saudade;
tenho visto muita coisa,
menos a felicidade.
Soltam-se os meus dedos ristes,
dos sonhos claros que invento.
Nem aquilo que imagino
já me dá contentameno.
Como tudo sempre acaba,
oxalá seja bem cedo!
A esperança que falava
tem lábios brancos de medo.
O horizonte corta a vida
isento de tudo, isento…
Não há lágrima nem grito:
apenas consentimento.

domingo, 1 de dezembro de 2013

NÃO SOU PERFEITA

Não sou perfeita.
Assim como todas as pessoas também não são!
Sei brigar e perdoar;
sei viver e sei amar;
sei ouvir e sei falar;
sei sorrir e sei chorar;
sei conquistar ou encantar;
sei abrir mão se preciso for;
renunciar tambem é amor.
sei falar baixinho no ouvido;
sei gritar pro mundo ouvir;
sei ser tímida e também desinibida;
mas principalmente sei ser feliz;
e sei fazer alguem feliz.
sei lutar pelos meus sonhos;
tenho coragem de sobra.
Também sinto frio, medo, dor, insegurança,
e choro quando quero, choro feito criança.
Sou simplesmente eu mesma,
nas horas em que eu erro,
ou nas horas em que eu acerto.
Vivo com fé e esperança
Sou uma mistura de mulher e criança
e isso é o que me torna especial,
ou, simplesmente eu...
ÊIDINA QUEIROZ em 01\12\2013

sábado, 30 de novembro de 2013

BATE CORAÇÃO

Bate Coração

Meu coração está cansado,
chorando e sangrando...
Estava acostumado a ser só,
batendo lento no meu peito
sem querer ser maltratado,
sem nenhuma ilusão
vivia das lembranças, do passado
com medo de qualquer tipo de emoção
Vivia de sonhos e fantasias,
era feliz assim...
Ou será que estava iludido?
enganando e enganado?
Mas um bruxo o catucou
ou será que foi aquele anjinho?
aquele, da flecha encantada?
agora ele está doente,
pois está muito carente
bate forte igual tambor
vive em disparada
com medo de a qualquer momento...
ter uma parada
coração não pode parar...
atenção e carinho não quer mendigar
é vaidoso, migalhas, não vai aceitar
e agora? o que fazer?
como este coração, vai viver?
sem ter ao menos o olhar
sem ter qualquer atenção...
Este coração esta louco,
acreditando em Mago,
em anjo caído do céu,
em bruxo lá das estrelas,
em ser espacial,
ET etc. e tal...
imagina...
só falta, agora, inventar
que está apaixonado
era só o que faltava...

Êidina Queiroz, em 29\11\2013

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

DEIXA EU AMAR VOCE

"Deixa Eu Amar Você
 Desde que o mundo ao seu redor desmoronou
 Você tem procurado em toda parte por algo mais
 Algumas vezes você sente que a sua vida não tem importância.
 Mas ela tem!
 Eu te digo ela tem!
 Vem deixa eu te amar agora
 vem deixa eu te amar e segurar você através da tempestade
 Eu manterei você salvo e aquecido
 vem deixa eu te amar agora
 vem deixa eu te amar agora e beijar tuas lágrimas
 Eu estarei sempre aqui
 vem deixa eu te amar
 ontem você achou que o seu coração estava quebrado
 amanhã não deixa muito espaço para a esperança
 hoje você vai descobrir que meus braços estão abertos
 e meu coração
 meu coração está cheio de amor
 desista de todas as outras coisas
 porque o meu amor pode trazer mais
 e se você dar uma chance para mim
 eu darei a você o que você está procurando."
- Third Day - Let Me Love You

Clarice Lispector

"Até onde posso, vou deixando o melhor de mim...
Se alguém nao viu, foi porque nao me sentiu com o coração."
(Clarice Lispector)

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

SATURNO...

SATURNO O SENHOR DO CARMA
Trabalho árduo e transformações.

Saturno, deus do tempo, era representado pelos antigos devorando seus filhos, numa alusão aos dias que ficaram para trás e jamais serão recuperados. Ele confere o dom da sabedoria, rege a estabilidade das coisas, a religiosidade, as altas ciências, a longevidade e o celibato. Em seus aspectos negativos, pode ocasionar mudanças e transtornos, atrasos, melancolia, depressão e doenças, principalmente as relacionadas aos ossos, dentes e pele.

O ano de 2013 será regido por Saturno, o senhor do tempo. É um planeta de muitos significados, mas todos envolvem responsabilidade, organização e método relacionado ao que quer que seja. Para aproveitar plenamente a energia da regência de um planeta durante todo ano astral, que começa em 20/03/2013 e termina em 19/03/2014, é interessante compreender seus significados.

Saturno representa, antes de tudo, a estrutura. Tanto física, quanto emocional. No corpo ele representa os ossos e a pele. Nas emoções, os nossos processos interiores desde a infância até os dias de hoje. Saturno se relaciona com o crescimento e o amadurecimento, por isso é chamado “o pai”. Um pai severo, que não deixa de lado atitudes irresponsáveis e inconsequentes.

Saturno representa também as nossas defesas psicológicas, nosso carma, o nó que devemos desatar em nossas vidas materiais, psicológicas e emocionais. Quando Saturno influencia nossas vidas, nossos medos são desencadeados e não temos outra saída a não ser enfrentá-los. Nossas ambições também são representadas por esse planeta, assim como nossa capacidade de, lentamente, através de muito trabalho, construirmos, tijolo por tijolo, responsavelmente, nossa história de vida.

Quando estamos sob a influência de Saturno, nos sentimos contraídos, fechados e até mesmo um pouco deprimidos. Estaremos sempre mais sérios e de certa forma introspectivos e reflexivos. Precisamos sempre tomar cuidado com o pessimismo que podemos instalar em nossos corações. O ano de 2013 regido por Saturno vai colocar nossos pés bem firmes no chão e seremos obrigados, pela força do Universo, a criar estruturas e encontrar a estabilidade em nossas vidas. Não será um ano de resultados fáceis e nem um ano leve, no que se relaciona ao trabalho que devemos desempenhar, mas certamente, aos que se entregarem com coragem e determinação, os resultados serão os melhores possíveis. O princípio da forma estará presente e todos trabalharão duramente para atingir nossos objetivos.

Saturno também representa as leis, as estruturas sociais e as tradições culturais. Como ele transita pelo signo de Escorpião, podemos acreditar que os relacionamentos que foram testados durante os últimos três anos, agora passam por um momento de construção de estruturas tradicionais, ou seja, o casamento ou a união estável.

O tempo será um dos grandes aprendizados da humanidade durante o ano astral de 2013. E com ele virão os outros aprendizados, que podem ser severos ou não. Seremos testados e por meio da experiência cresceremos um pouco mais. Teremos a oportunidade de aprender a seriedade, a prudência, a precaução, adquiriremos paciência, sabedoria, entenderemos a necessidade de estruturas e da tradição e aprenderemos a ser mais conservadores. A justiça divina estará presente em cada acontecimento, e cada um deve passar pelo que lhe for devido, pois Saturno está diretamente relacionado com o destino. Saturno costuma ser um pai impiedoso e exigente. Portanto, quando sentirmos suas mãos sobre nossas vidas, o melhor que temos a fazer é arregaçar as mangas e trabalhar duro na direção do cumprimento do nosso dever, do nosso carma.

Como Saturno está também relacionado com a cristalização de padrões, ou seja, velhos valores, velhos modelos de vida e de reações emocionais endurecidas, este será um ano em que os velhos modelos, os que não fazem mais sentido para a humanidade ,serão destruídos. Este será um ano de seriedade e busca de competência pessoal e coletiva. O aprendizado se fará com o tempo e todos estarão mais rígidos e severos consigo mesmos e com os demais.

O ano novo será de muito trabalho para superar nossos limites e atingir nossos objetivos. Tudo será mais lento e difícil, mas a partir do desenvolvimento da paciência e da determinação, certamente conseguiremos. A humanidade será convocada a retomar valores que se perderam em meio à velocidade e ao excesso de informações que fomos submetidos. Devemos ter em mente que, quanto maior for o obstáculo, maior será a oportunidade, maior a expansão da consciência e o desenvolvimento espiritual.

Este será certamente um ano de construção de novas estruturas, mas antes disso, de destruição de situações que já não servem mais. No plano social, instituições que não beneficiam verdadeiramente as pessoas devem ruir, ou ao menos começam a ser transformadas. O esforço e o trabalho direcionados para a criação de estruturas e estabilidade serão as maiores características deste 2013. E é aqui que nos deparamos com a necessidade de nos adaptar às necessidades práticas da vida em detrimento de nossos medos ou ansiedades, assumindo as responsabilidades exigidas.

O que devemos ter sempre em mente é que a maior característica da vida é a mudança. E sua maior lei é a da transitoriedade. A mudança é constante, pois mudança é vida! Não há motivo algum para qualquer medo ou perturbação ao longo deste ano e, através de nosso bom senso teremos cuidado, prudência e perseverança suficientes para dar mais um passo na direção de nosso processo evolutivo pessoal e coletivo para construir o melhor para nossas vidas.

NÃO DIGAS NADA - Fernando Pessoa

Não Digas Nada!

Não digas nada!
Nem mesmo a verdade
Há tanta suavidade em nada se dizer
E tudo se entender —
Tudo metade
De sentir e de ver...
Não digas nada
Deixa esquecer

Talvez que amanhã
Em outra paisagem
Digas que foi vã
Toda essa viagem
Até onde quis
Ser quem me agrada...
Mas ali fui feliz
Não digas nada.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"




"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade em que elas acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."
Fernando Pessoa

domingo, 24 de novembro de 2013

YIN - YANG

 
Segundo a filosofia chinesa o yin yang é a representação do positivo e do negativo, sendo o princípio da dualidade, onde o positivo não vive sem o negativo e vice e versa.
O criador desse conceito foi I Ching, ele descobriu que as formas de energias existentes possuem dois pólos e identificou-o como Yin e Yang.
O Yin representa a escuridão, o princípio passivo, feminino, frio e noturno.
Já o Yang representa a luz, o princípio ativo, masculino, quente e claro.
Além disso, também são indicados como o Tigre e o Dragão, representando lados opostos.
Quanto mais Yin você possuir, menos Yang terá e, quanto mais Yang possuir menos Yin você terá. Essa filosofia diz que para termos corpo e mente saudável é preciso estar em equilíbrio entre o Yin e o Yang.
Há sete leis e doze teoremas da combinação das energias Yin e Yang:

As leis são;
1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita;
2. Tudo se encontra em constantes transformações;
3. Todas as contrariedades são complementares;
4. Não há duas coisas absolutamente iguais;
5. Tudo possui frente e verso;
6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho;
7. Tudo tem um começo e um fim.

Os teoremas são;

1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois;
2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita;
3. Yang tende a se afastar do centro; Yin tende a ir para o centro; E ambos produzem energia;
4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin; Yin repele Yin e Yang repele Yang;
5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin;
6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang;
7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções;
8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang;
9. Tudo tem polaridade;
10. Não há nada neutro;
11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang;
12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia.

O Yin e o Yang são representados pela figura abaixo:
O lado negro é o Yin e o branco o Yang; o pequeno círculo branco no lado negro significa que o Yin possui o Yang e, o círculo que o lado branco possui significa que Yang possui Yin.
 
(Eu, Êidina Queiroz, digo sempre, nem todo mal é totalmente mal, nem todo bem é totalmente bem, o branco tem o circulo preto e o preto tem o circulo branco... ha, sempre, essa dualidade em tudo na vida)

ENCANTO e ENCONTRO

Encanto e Encontro

Estou com vontade de cantar...
mas não sei cantar...
mas sou sereia,
devo tentar...
Ah! nao sou sereia,
eu sou Iara
não vim do mar
vim do riomar
aquele barrento
que se encontra com o negro
que banha Manaus
e não se misturam
formando um espetáculo
que a todos encanta
o encontro das aguas
o amazonas e o negro
o negro e o amazonas
não pode mergulhar...
só pode olhar...
mas que vontade de cantar...
não sei cantar...
só sei encantar...
ÊIDINA QUEIROZ, em 24\11\2013

domingo, 27 de outubro de 2013

PARA VOCE

Amigos e Visitantes
Vou ficar alguns dias sem participar deste Blog, ficarei internada dos dias 29\30 ate 05\11,se tudo correr bem e mais alguns dias em recuperação.
Aos amigos, que quiserem noticias, liguem para o celular.
Até breve.

sábado, 19 de outubro de 2013

EU VOU VIVENDO

EU VOU VIVENDO

Sou uma mulher comum,
como outras, como mil,
que acredita nos sonhos...
adoro sonhar
que acha bom ser alegre...
gosto de sorrir
que nao foge da luta...
adoro lutar
que ama a vida...
amo viver
que gosta da noite...
adoro o luar
que gosta do dia...
e ver o sol brilhar
que tenta ser feliz e
gosta de amar...
que chora... sei me recuperar
que sofre... mas supera a dor
que cai... mas sei levantar
nao sou forte todos os dias
nao sou perfeita...
tenho muitos defeitos
mas continuo vivendo...
e aprendendo
Nao se vive sem esperança,
sem respeito e sem amor.
continuo acreditando...
- nas pessoas
- nas palavras
- nas promessas
- em dias felizes
- em amigos leais
- em grandes amores
- na paixão
- na felicidade
- na confiança
E vou vivendo, procurando
ser melhor, cada dia melhor.

ÊIDINA QUEIROZ, Rio, 02\10\2013

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

SEM TÍTULO

SEM TÍTULO

Chega devagarinho
entra sem permissão
não bate, não avisa
se instala...
vai ficando...
ocupa bastante espaço
faz do meu corpo morada
invade a minha mente,
invade todo o meu ser
que coisa terrível é você
que sensação de vazio
esta angústia que me dá
me deixa desorientada
sem ânimo para lutar
de onde você surgiu?
você não pode ficar...
não posso deixar a luta
esta vida não te pertence
nem a mim pertence...
mas não posso me entregar
nasci para ser guerreira
não fujo da guerra jamais
sou amazônida, autêntica
meu parto foi original
dentro da vitória regia
no meio do rio amazonas
velado pela lua, Jaci
e pelo boto, tucuxi
quem me ninou foi Iara
com o canto do uirapuru
quem me protege é Tupã
nasci no Norte, sou forte
vá saindo devagarinho,
com a minha permissão,
me deixa em paz,
MEDO, não te quero mais.

ÊIDINA QUEIROZ
RIO 17\10\2013

sábado, 12 de outubro de 2013

O AMOR - FERNANDO PESSOA

O AMOR

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...
 
Fernando Pessoa

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

ME ENCANTE (Pablo Neruda)

ME ENCANTE

Me encante da maneira que você quiser, como você souber. Me encante para que eu possa me dar. Me encante nos mínimos detalhes. Saiba me sorrir: aquele sorriso malicioso, gostoso, inocente e carente. Me encante com suas mãos, ...gesticule quando for preciso. Me toque, quero correr esse risco. Me acarinhe se quiser, vou fingir que não entendo, que nem queria esse momento.

Me encante com seus olhos, me olhe profundo, mas só por um segundo. Depois desvie o seu olhar, como se o meu olhar não tivesse conseguido te encantar. E então, volte a me fitar. Tão profundamente, que eu fique perdida sem saber o que falar.

Me encante com suas palavras, me fale dos seus sonhos, dos seus prazeres. Me conte segredos, sem medos, e depois me diga o quanto te encantei. Me encante com serenidade, mas não se esqueça também, que tem que ser com simplicidade, não pode haver maldade.

Me encante com uma certa calma, sem pressa, tente entender a minha alma. Me encante como você fez com sua primeira namorada, sem subterfúgios, sem cálculos, sem dúvidas, com certeza. Me encante na calada da madrugada, na luz do sol ou embaixo da chuva.

Me encante sem dizer nada, ou até dizendo tudo. Sorrindo ou chorando. Triste ou alegre, mas, me encante de verdade, com vontade, que depois, eu te confesso que me apaixonei, e prometo te encantar por todos os dias, pelo resto das nossas vidas!...

- Pablo Neruda

terça-feira, 8 de outubro de 2013

CLARICE LISPECTOR

"O Caminho que eu escolhi é o do amor.
Não importam as dores, as angustias, nem as decepções que vou ter que encarar.
Escolhi ser verdadeira.
No meu caminho, o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero.
Por isso, não estranhe a minha maneira de sorrir e de te desejar tanto bem.
Eu sou aquela pessoa que acredita no bem, que vive no bem e que anseia o bem.
É assim que eu enxergo a vida e é assim que eu acredito que vale a pena viver."
CLARICE LISPECTOR

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O MAR QUE TANTO AMO

O MAR QUE TANTO AMO


As horas vão passando
E eu aqui, admirando
O Mar que tanto amo
o movimento das ondas, olhando
o vai e vem da espuma, lambendo
meu pensamento, levando
a minha alma, lavando
o vento forte, soprando
os meus cabelos, voando
e no meu rosto, batendo
a minha boca, beijando
respingos de mar, trazendo
meu corpo de leve, molhando
E eu ali, pensando,
em toda aquela beleza,
em toda a sua grandeza
deste mar,que tanto amo
Que medo me dá...
Imagino que estou, entrando
nas suas águas, mergulhando
eu nao estou, nadando
estou apenas, flutuando
suas ondas estao, acariciando
Meu corpo quente,
feito aguardente,
me queima por dentro,
me deixa doente,
Que medo me dá...

ÊIDINA QUEIROZ, 03\10\2013

terça-feira, 24 de setembro de 2013

MANEIRA DE DIZER AS COISAS


 Maneiras de dizer as coisas

Uma sábia e conhecida anedota árabe diz que, certa feita, um sultão sonhou que havia perdido todos os dentes.
Logo que despertou, mandou chamar um adivinho para que interpretasse seu sonho.
Que desgraça, senhor! Exclamou o adivinho.
Cada dente caído representa a perda de um parente de Vossa Majestade.
Mas que insolente! - gritou o sultão, enfurecido. Como te atreves a dizer-me semelhante coisa? Fora daqui!
Chamou os guardas e ordenou que lhe dessem cem açoites.
Mandou que trouxessem outro adivinho e lhe contou sobre o sonho.
Este, após ouvir o sultão com atenção, disse-lhe:
Excelso senhor! Grande felicidade vos está reservada. O sonho significa que haveis de sobreviver a todos os vossos parentes.
A fisionomia do sultão iluminou-se num sorriso, e ele mandou dar cem moedas de ouro ao segundo adivinho.
E quando este saía do palácio, um dos cortesãos lhe disse admirado:
Não é possível! A interpretação que você fez foi a mesma que o seu colega havia feito. Não entendo porque ao primeiro ele
pagou com cem açoites e a você com cem moedas de ouro.
Lembre-se, meu amigo - respondeu o adivinho - que tudo depende da maneira de dizer.
* * *
Um dos grandes desafios da Humanidade é aprender a arte de comunicar-se.
Da comunicação depende, muitas vezes, a felicidade ou a desgraça, a paz ou a guerra.
Que a verdade deve ser dita em qualquer situação, não resta dúvida. Mas a forma com que ela é comunicada é que tem provocado,
em alguns casos, grandes problemas.
A verdade pode ser comparada a uma pedra preciosa. Se a lançarmos no rosto de alguém pode ferir, provocando dor e revolta.
Mas se a envolvemos em delicada embalagem e a oferecemos com ternura, certamente será aceita com facilidade.
A embalagem, nesse caso, é a indulgência, o carinho, a compreensão e, acima de tudo, a vontade sincera de ajudar a pessoa a
quem nos dirigimos.
Ademais, será sábio de nossa parte se antes de dizer aos outros o que julgamos ser uma verdade, dizê-la a nós mesmos diante do espelho.
E, conforme seja a nossa reação, podemos seguir em frente ou deixar de lado o nosso intento.
Importante mesmo é ter sempre em mente que o que fará diferença é a maneira de dizer as coisas...
* * *
A sublime arte da comunicação foi sabiamente ensinada por Jesus.
Ele falava com sabedoria tanto aos Doutores da Lei quanto às pessoas simples e iletradas.
Há pessoas que se dizem bons comunicadores mas que não conseguem fazer com que suas palavras cheguem aos corações e às mentes.
Jesus, o comunicador por excelência, falava e Suas palavras calavam fundo nas almas, porque aliava às palavras os Seus atos,
ou seja, falava e exemplificava com a própria vivência.
O grande segredo para uma boa comunicação, portanto, é o exemplo de quem fala.

sábado, 21 de setembro de 2013

SOB O CLARÃO DO LUAR

SOB O CLARÃO DO LUAR

Deixa eu dizer
que eu amo você
deixa eu pensar
a todo instante
só em você
deixa eu mostrar
que quero você
meu coração estava
acostumado a só ser
deixa eu deitar
em teus braços
ao lado, por baixo,
por cima de ti
deixa eu ter teu abraço
deixa a tua boca
na minha boca
num beijo louco
cheio de desejo
desejo ardente
coração dispara
quase pára
deixa a minha mão
procurar a tua
apalpar, acariciar
eu morrendo
voce morrendo
de muita saudade
de varias saudades
dependo dos dias
dependo do tempo
tempo que demora a chegar
tempo que é rapido em acabar
deixa a minhalma desnudar
deixo voce olhar
deixo voce admirar
a doçura, a beleza
úmida do meu sexo
num longo amplexo
depois dos beijos
ardentes de paixao
desejos que invadem
todo o meu ser
me enche de amor
com a tua ternura
com a tua delicadeza
vem, me faz feliz
vem, te faço feliz
somos amantes
somos cumplices
vem, me leva 
com o amanhecer
me deixa quando o sol
for se apagar
quando deixar de brilhar
quando a lua chegar
me ama mais uma vez
sob o clarão do luar
ÊIDINA QUEIROZ em 21\09\2013

EU, MENINA-MULHER

EU, MENINA-MULHER

Ja fui criança princesa
Ja fui anjo Gabriel
anunciando a chegada
do Menino Salvador
Ja fui Nossa Senhora
Maria, mãe de Jesus
representava no palco
com muita desenvoltura
apesar da pouca idade
adolescente teimosa,
ja fui jovem estudiosa
sempre risonha e feliz
sempre amiga de todos
da Rainha de Sabá
fui Amazona, tambem
(nao esqueço do Salgueiro)
parecia vida real
era apenas, carnaval
já fui mãe, já trabalhei
já fiz tudo o que devia
já plantei, já escrevi
já ensinei, já aprendi
já chorei, já sorri
hoje eu só quero da vida
ser feliz, muito feliz
sou amante...
aquela que ama
amo muito
- a vida, viver, amo você
ÊIDINA QUEIROZ, em 21\09\2013

POETANDO

Poetando, eu?

Depois de ler, amei voce
Para que serve saber
se está sol ou vai chover,   
se o trem está pra chegar,
se a barca vai atrasar,
se as notícias são ruins,
se é dia e faz calor,
ou se é noite de luar.
o que eu quero é encantar.
Para que serve uma canção?
para tocar o meu coração?
nao, ele esta ocupado
transbordando de paixão
Para que serve a poesia?
Poeta, pode parar...
para que continuar?
não vai adiantar...
os deuses estao dormindo
as dúvidas estão sumindo
e dádivas vao surgindo
estou apenas seduzindo...
Sou a menina esperança
que chego com travessuras
com cara de fada sapeca
gostas das coisas que conto?
conto, reconto, aumento um ponto
meu otimismo  encanta?
meu sorriso, minha alegria
espontânea  contagia
fazendo voce gargalhar
deixando seu riso no olhar
Como é doce lhe encontrar
falando mansinho, bom bom
que bom e rindo pra me encantar

ÊIDINA QUEIROZ 08.09.2013

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

AMANTE DOS SONHOS

AMANTE DOS SONHOS

Sonhava um dia encontrar
um homem para eu amar
Andei por muitos lugares
procurando e nao achei
Passei por muitos namoros
mas nenhum foi o que eu sonhava,
nenhum era o que eu esperava,
Entao continuei a buscar
nos sonhos sempre eu achava...
Meu coração esperava
Meu ser todo ansiava
Minha cabeça rodava
Igual a roda gigante
E a busca nao sessava
Um dia quase sem querer
encontrei numa foto voce
um retratinho somente
Foi assim, me apaixonei
Veja só, por um retrato...
Voce ali, me olhando
com um misterio no olhar
Parecia muito com um mago
aquele que se diz escritor
cara de feitiçeiro
tem um olhar sedutor
está sério, não sorri
(seu sorriso é admiravel)
um jeito misterioso
cabelos prata adorável
Postura bem atraente...
tudo nele é encantador
Depois vi a outra foto
sentado, muito a vontade
com jeito muito agradável
com formas bem fascinantes
Pra deixar qualquer mulher
extasiada... totalmente
De onde voce veio
anjo, caído do céu?
Mago sem o camelo?
Bruxo, de qual estrela?
Um ser especial?
É fruto dos meus sonhos
ou você, de fato, é real?
Achei finalmente meu homem
aquele que sonhei encontrar
Voce nao me quer como posse
Será que eu sou possessiva?
Mas quero ser possuída
Voce só quer ser amante
Eu quero um amante pra mim (tambem)
Para eu deixar de ilusao
Quero apenas, ser feliz
sexo, amor, beijos, paixão
carinho, amizade, abraços
como chamar este encontro
regado de muito tesão
posso até imaginar...
Fecho os olhos e durmo,
não preciso mais sonhar.

domingo, 8 de setembro de 2013

MONÓLOGO DAS MÃOS

Monólogo das Mãos 

Para que servem as mãos?

As mãos servem para pedir, prometer, chamar, conceder, ameaçar, suplicar, exigir, acariciar, recusar, interrogar, admirar, confessar, calcular, comandar, injuriar, incitar, teimar, encorajar, acusar, condenar, absolver, perdoar, desprezar, desafiar, aplaudir, reger, benzer, humilhar, reconciliar, exaltar, construir, trabalhar, escrever......

As mãos de Maria Antonieta, ao receber o beijo de Mirabeau, salvou o trono da França e apagou a auréola do famoso revolucionário;
múcio Cévola queimou a mão que, por engano não matou Porcena;
foi com as mãos que Jesus amparou Madalena;
com as mãos David agitou a funda que matou Golias;
as mãos dos Césares romanos decidiam a sorte dos gladiadores vencidos na arena;
Pilatos lavou as mãos para limpar a consciência;
os anti-semitas marcavam a porta dos judeus com as mãos vermelhas como signo de morte!

Foi com as mãos que Judas pôs ao pescoço o laço que os outros Judas não encontram.

A mão serve para o herói empunhar a espada e o carrasco, a corda;
o operário construir e o burguês destruir;
o bom amparar e o justo punir;
o amante acariciar e o ladrão roubar;
o honesto trabalhar e o viciado jogar.

Com as mãos atira-se um beijo ou uma pedra, uma flor ou uma granada, uma esmola ou uma bomba!

Com as mãos o agricultor semeia e o anarquista incendeia!

As mãos fazem os salva-vidas e os canhões;
os remédios e os venenos;
os bálsamos e os instrumentos de tortura, a arma que fere e o bisturi que salva.

Com as mãos tapamos os olhos para não ver, e com elas protegemos a vista para ver melhor.

Os olhos dos cegos são as mãos.

As mãos na agulheta do submarino levam o homem para o fundo como os peixes;
no volante da aeronave atiram-nos para as alturas como os pássaros.

O autor do "Homo Rebus" lembra que a mão foi o primeiro prato para o alimento e o primeiro copo para a bebida;
a primeira almofada para repousar a cabeça, a primeira arma e a primeira linguagem.

Esfregando dois ramos, conseguiram-se as chamas.

A mão aberta, acariciando, mostra a bondade;
fechada e levantada mostra a força e o poder;
empunha a espada a pena e a cruz!

Modela os mármores e os bronzes;
da cor às telas e concretiza os sonhos do pensamento e da fantasia nas formas eternas da beleza.

Humilde e poderosa no trabalho, cria a riqueza;
doce e piedosa nos afetos medica as chagas, conforta os aflitos e protege os fracos.

O aperto de duas mãos pode ser a mais sincera confissão de amor, o melhor pacto de amizade ou um juramento de felicidade.

O noivo para casar-se pede a mão de sua amada;
Jesus abençoava com as mãos;
as mães protegem os filhos cobrindo-lhes com as mãos as cabeças inocentes.

Nas despedidas, a gente parte, mas a mão fica, ainda por muito tempo agitando o lenço no ar.

Com as mãos limpamos as nossas lágrimas e as lágrimas alheias.

E nos dois extremos da vida, quando abrimos os olhos para o mundo e quando os fechamos para sempre ainda as mãos prevalecem.

Quando nascemos, para nos levar a carícia do primeiro beijo, são as mãos maternas que nos seguram o corpo pequenino.

E no fim da vida, quando os olhos fecham e o coração pára, o corpo gela e os sentidos desaparecem, são as mãos, ainda brancas de cera que continuam na morte as funções da vida.
E as mãos dos amigos nos conduzem...
E as mãos dos coveiros nos enterram!
BIBI FERREIRA IN CONCERT III – POP   

CASULO

Há de chegar o dia em que sairei deste casulo
que me prendeu toda a vida
libertarei a minha alma
que sairá voando com as borboletas
que tanto amo...
pousarei de flor em flor
admirando seu esplendor, perfume e cor
voando, voando, perfumando e enfeitando
dando um especial colorido ao meu coração
dorido e tão carente de amor...


ÊIDINA QUEIROZ, em 09\09\2013

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

AMAR - Florbela Espanca

Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...
 
Florbela Espanca
 

LUÍS DE CAMÕES

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?
Luís de Camões

AO MEU AMOR

Ao Meu Amor

Quero que saibas que não foi naquele
ou neste momento que te pertenci:
Quando me tivestes nos teus braços
e me abraçavas ou me beijas agora;
Mas quando minha alma cantou de alegria
E meu espírito surgiu novo, livre.
De quieta, pudica, prudente,
passei a viver meu EU que ora se liberta.
Quero que saibas que não foi naquele
ou neste momento que te pertenci:
Quando descobri sua extrema sensibilidade,
sua ternura, seu caráter bondoso;
Nem quando conhecestes as minhas dúvidas,
minhas derrotas, minhas lágrimas;
Ou quando soubemos que
nem sempre os teus pensamentos
são os meus pensamentos,
Nem os teus caminhos
são os meus caminhos,
nem os teus sonhos
são os meus sonhos.
Mas quando me encheste a alma com a torrente
de palavras de que eu tinha sede.
E o amor brilhou em mim
As vezes me ilumina, outas me ofusca.
Sou tua de corpo e alma.

Êidina Queiroz 04\09\1990

sábado, 31 de agosto de 2013

ÚLTIMO DIA - MEU CORAÇÃO POETA

Último Dia
Meu Coração Poeta
(Pra não dizer que não falei em saudade...)

As horas estão passando...
Madrugada chegando
E eu aqui, sem dormir
Está frio... e eu queimando
Meu corpo pelo teu clamando
Escuta meu chamado
Suave, calado
Vem, estou esperando
A porta está aberta
Entra... nada a falar
Conheço este brilho no olhar
Satisfaz o meu querer
Invade todo o meu ser
Domina a minha vida
Me aquece a alma
Me aperta em teus braços
Invade os meus sonhos
Despede a minha ilusão
Alcança o meu amor
Fala baixinho, quero te ouvir
Sinto o teu cheiro,
Beijo a tua boca
Teu sorriso é lindo
Respiro o teu ar
Na ânsia de (re) começar
A te amar... e amar
Arrebata o meu corpo
Que é todo teu, só teu
Bebe da minha essência
Gostas da minha inocência
Me perco em teus braços
Num grande abraço
Braços, pernas, mãos
Numa grande confusão
Inebriada em ti - por ti
Totalmente submissa
Perdida em teu olhar
Te dou permissão...
Me deixa louca
Me beija a boca
Me enlouquece de tesão

(Alguém me disse que eu tenho alma de poeta... eu acreditei...)

Êidina Queiroz, em 31\08\2013

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

SER ILUMINADO

Ser Iluminado

Felizes daqueles eu vivem
Respeitando seus semelhantes
E fazendo da vida um motivo
Permanente de alegria e
De realizações constantes

A vida será mais fácil
Desde que sejamos humildes
E não abriguemos o monstro
Da revolta e da inveja
Em nossos corações

A felicidade não é ter poder
Nem prazer, nem beleza
É ter consciência
Do dever cumprido
Com amor e nobreza

Só o amor importa
E enquanto ele estiver
Em nossos corações
Nada perturbará nossa paz
O amor é caridoso
Ele perdoa, ajuda, suporta, compreende
E acima de tudo:
Nos faz melhores diante da vida
E de Deus
Cada vez mais

A busca de Deus é um objetivo
Que a muitos não seduz
Deus está dentro de nós
Com ou sem consentimento
Deus é vida. E a vida é luz.

Êidina Queiroz, em 14\05\1992

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

ESPERANDO POR VOCE

Esperando por Você

Preciso de alguém
que me entenda
que me espere
quando eu atrasar
que me apoie
que sonhe comigo
que pense em mim
na minha delicadeza
no meu sorriso
na minha alegria
na minha gentileza
que sofra comigo
que seja cumplice
que respeite
as minhas fantasias
que fique triste
com as minhas derrotas
e sorria comigo
com as minhas vitorias
que caminhe junto comigo
que converse depois da briga
que me aceite do jeito que eu sou
Utopia?
Este alguém existe?
Muito prazer...
Estou esperando por você...

Êidina Queiroz, em 29\08\2013

DEIXA EU TE AMAR

Deixa Eu Te Amar

Vem, deixa eu te amar
agora e depois... e sempre
Vou prender-te em meus braços
Te aquecer no meu abraço
Te dar conforto em meus beijos
E a minha caricia romantica
Mostrar todo o meu desejo
E juntos, tudo realizamos...
 
Vou beijar as tuas lagrimas
Vou te encher de esperança
Vais sorrir como criança
Um riso ingenuo e lindo
Vou te dar meu coração
Que transborda de amor
Vem, aceita...meu calor
E juntos, tudo sonhamos...

Êidina Queioz em 29\08\2013

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A IDADE DE SER FELIZ

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las...
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida
e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

 (Mário Quintana)

PODE CONTAR COMIGO

Pode Contar Comigo

Meus olhos veem e choram de alegria e dor
Minha boca sorrir e diz as minhas verdades
Meu coração tem espaço para o perdao
Meus ombros estão, sempre, disponíveis...
Pode recostar, se és amigo
Meu colo, te espera, se precisares
Minhas mãos estão, dispostas a ajudar,
a afagar  e enxugar as tuas lágrimas
de alegria ou dor

O meu jeito de convencer alguem que
está errado, é deixa-lo seguir seu caminho...

Uma história tem que ter começo...
Depois chegaremos ao meio dela...

Não se pode terminar o que nunca começou...
Um dia teremos fim? consummatum est
Ou não? ad eternum...

Êidina Queiroz, 28\08\2013

SOU EU

SOU EU
Como eu me sinto?
Feliz e triste,
Riso e choro,
Aflição e alegria,
Segura e medrosa,
Amada e renegada,
Paciente e zangada,
Pacífica e arredia,
Completa e vazia…
Tudo isso...
Quase todos os dias...
Sou doente ou sadia?
Sou normal ou... psiquiatria?
Prefiro a reumatologia...
Alguém pode entender?
Só quem sente é quem sabe...
Só quem sabe é quem pode entender.
EU TENHO LÚPUS.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

AMAZÔNIA - MINHA HOMENAGEM

Quero prestar a minha homenagem à Amazônia.
De uma amazônida com muito orgulho. Sou bisneta, neta, filha de amazonenses.  
Sou apaixonada pela Amazônia, por seus rios, seus igarapés, seus peixes, suas frutas, sua gente; povo hospitaleiro, generoso, cordial, festeiro e feliz.
Tudo da Amazônia me encanta: suas matas, suas lendas, sua exuberância e grandiosidade.
Quem sou eu? Sou uma guerreira que sempre batalhou por tudo aquilo que sonhou.
 E sou muito feliz por tudo o que fiz e sou.

Minha Amazônia querida
quanta saudade eu sentia
dos teus rios de águas normas
do boto que eu temia
da tua floresta frondosa
da relva verde e macia
do barco bem vagaroso
que a travessia fazia
das frutas bem madurinhas
que todo dia eu colhia (comia...)
das ruas estreitas e tortas
por onde eu sempre corria
dos teus campos verdejantes
onde eu deitava e dormia
imensos jardins naturais
onde as flores eu colhia
dos teus lugares exóticos
que de emoção eu tremia
Yara, boitatá, saci e uirapuru
pertencem à tua magia
minha Amazônia querida
quanta saudade, quanta!
pensei que todo esse encanto
somente a mim pertencia
depois de um longo período
meu paraíso revia
mas que tristeza!!!
tudo modificado...
acabado, arrasado
igarapés, rios, matas...
o progresso havia chegado.

Amazônia - reage
não deixa que o homem acabe
com toda a tua riqueza
com toda a tua beleza!

Rio, setembro\1993

domingo, 11 de agosto de 2013

Dia 1108\2013 - DIA DOS PAIS

Rio, 11 de agosto de 2013.
Dia dos Pais
 
Tenho saudade do meu pai, FRANCISCO MAIA DE QUEIROZ,  por quem sempre fui e sou apaixonada... lembro de você, com sua farda, lindo, lindo, meu heroi. Você, meu pai, que tanta falta me fez na adolescência, na minha vida toda... fomos separados pela vida, você em Rio Branco e eu no Rio de Janeiro... Em 1993 foi especial, para nós dois, (estive em Rio Branco, estivemos juntos) podemos conversar muito e matamos um pouco a saudade, que era tão forte, que doía... tive a certeza que você sempre me amou e não tinha me esquecido, você provou isso, com a sua atitude, por ter ido me ver, todos os dias em que fiquei em Rio Branco (mesmo durante o batizado de um dos seus netos, voce largou tudo e foi me ver, para nos despedirmos). Quando voce partiu desta vida, eu estava em Manaus, tao perto e tao longe de ti. TE AMO PAI, ETERNAMENTE.

DEUS - CASIMIRO DE ABREU

DEUS
 
Eu me lembro! eu me lembro! — Era pequeno
E brincava na praia; o mar bramia
E, erguendo o dorso altivo, sacudia
A branca escuma para o céu sereno.
 
E eu disse a minha mãe nesse momento:
“Que dura orquestra! Que furor insano!
Que pode haver maior do que o oceano,
Ou que seja mais forte do que o vento?!”
 
— Minha mãe a sorrir olhou pr'os céus
E respondeu: — “ Um Ser que nós não vemos
É maior do que o mar que nós tememos,
Mais forte que o tufão! meu filho, é — Deus!”—
 
Estudei num colégio salesiano, na Amazônia, Instituto Maria Auxiliadora, tínhamos aulas de redação e literatura, nem sei se os alunos de hoje, podem desfrutar destas maravilhas, pois bem, quando eu conheci esta poesia fiquei encantada,  foi uma das coisas que mais me deixou impressionada e passei quase que a minha vida toda perguntando aos amigos, conhecidos se sabiam desta poesia, a resposta era quase sempre a mesma: não conheço, eu já li Casimiro de Abreu, mas não conheço esta poesia. Graças a internet e ao meu salvador Google eu pude ler, não só essa, mas outras e outras, não só do Casimiro de Abreu, mas de outros poetas igualmente apreciados e amados por mim. Deixo aqui essa lindeza, para que todos, que gostam e assim o desejar, possam ler e\ou recordar.

sábado, 10 de agosto de 2013

FANATISMO

Fanatismo (Florbela Espanca)

Minh'alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão de meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

Tudo no mundo é frágil, tudo passa...
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, vivo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: princípio e fim!..."


Florbela Espanca, batizada como Flor Bela de Alma da Conceição Espanca, foi uma poetisa portuguesa.
Nasceu em 8 de dezembro de 1894, em Vila Viçosa, Portugal
Faleceu em 8 de dezembro de 1930, em Matosinhos, Portugal.
 
 

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

CANTEIROS DIVINOS

CANTEIROS

 Ao nascer, recebemos um jardim para cuidar, já com muitas sementes, que nos cabe apenas regar, cuidando com carinho de cada canteiro.
No canteiro do Amor, nascem os mais belos sentimentos, como a solidariedade, o afeto, a ternura e uma linda flor vermelha, chamada de paixão.

No canteiro da esperança, nascem os sonhos, a perseverança, os desejos da alma, que bem regados, rendem muitos frutos, chamados de "realizações".

 No canteiro da alegria, flores lindas que sorriem para a vida, são  conhecidas como "motivação", "boa vontade" e "persistência", sendo fundamentais para a continuidade do nosso jardim.

 Mais ao fundo, um canteiro impressiona pela altura das flores, é o canteiro da fé, regado com orações e atitudes regeneradoras,  sobem até o céu, e muitas das flores tocam os pés dos anjos, que tudo ouvem nas nossas plantações.

 Muitos cuidam do canteiro com trabalho incessante, vigiando os pensamentos, regando constantemente o amor, a alegria e a esperança, sempre com desejo sincero de mudar para melhor.

 Assim, as flores crescem sempre fortes, lindas e mesmo diante das tempestades, próprias da vida, resistem ao tempo e as dificuldades, tornando-se cada vez mais belas.

 Outros, um pouco menos cuidadosos, se perdem em lamentações, gastando o precioso tempo em divagações.

 Pensam nas plantas que poderiam ter e não tem, naquelas que já tiveram e perderam, nas belas plantas do vizinho, e vão se descuidando do jardim, deixando as ervas daninhas tomarem conta dos canteiros.

 Assim, plantas destruidoras como o ódio, a inveja, a calúnia, a preguiça, o desrespeito entre outras pragas, vão tomando o lugar das flores da vida, das sementes que recebemos ao nascer, e vamos nos tornando pessoas amargas, insensíveis, amarguradas, tristes e doentes.

 O jardim da vida são os seus pensamentos, o regador seus sentimentos e a semente, a fé.

 O jardineiro é você, a terra, a própria vida, a água é Deus, fonte de toda a vida, que espera que seu jardim não seja apenas florido, mas que dele nasçam frutos perenes, e que um dia, você vire semente eterna do bem.

 Sendo assim, onde você estiver vai atrair pássaros e vida, vai levar alegria e paz, conforto e esperança, pois em você, a semente de Deus germinou, deu frutos e criou raízes profundas.

 Seja você, o próprio jardim de Deus, cuide dos seus canteiros, regue todos os dias com amor, esperança e fé.

Eu acredito em você.
Texto de Paulo Roberto Gaefke

Achei o texto tão lindo, que não poderia deixar de postar aqui, neste meu blog de coisas lindas, sem que vocês tivessem a possibilidade de ler e refletir.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Aproveitando Antoine, homenageando o filho que nao tive

DANIEL

Falo muito em Raposa, Rosa, Caçador...Acho o livro O Pequeno Príncipe mais que genial, pela importância e valor à amizade e ao amor, das coisas que me importam muito e o autor nos diz e nos mostra com sabedoria tudo o que devemos saber para cultivarmos e conquistarmos.
A ele, pois, dedico as minhas simples palavras.
Ao Pequeno Príncipe, que se fosse meu, teria o nome de Daniel...

Bebezinho, estás perdido?
Não fiques aflito
Eu vou te encontrar
Vou pegar-te em meus braços
Te abraçar e te beijar.

Menininho, estás sem sono?
Não fiques triste
Eu vou te embalar
Vou pegar-te em meus braços
E devagarinho te ninar.

Segura bem a minha mão
Vamos, vamos passear
Vamos ver todos os recantos
Da terra, da água e do ar
Vamos ver montanhas e mares,
lagos, pássaros e flores
Vamos encontrar a raposa
Que ao príncipe cativou
Vamos aprender com ela
A beleza da amizade e do amor

Anda, anda garotinho
Que muito temos a olhar
Temos que andar depressa
Mas cuidado com os caçadores
Que a todos querem pegar

Vamos ver o sol nascer
Com o seu manto lindo, dourado
E correr para outro lugar
Para ver em outra hora
Este mesmo sol morrer

Vamos ver as cataratas,
Os rios e os passarinhos
O trigo verde crescer
E ficar todo dourado
E contigo parecer

Anda, anda menininho
Que temos muito a andar
A noite já esta chegando
E também sono e cansaço
Já vimos muito por hoje,
Vou prender-te em meus braços
Inventar muitas cantigas
E docemente te embalar
Não precisaras da serpente
Não vou deixar-te partir
Serás meu filhinho querido
E te chamarás Daniel
Não preciso de mais nada
A rosa que tanto amas
Serei eu daqui pra frente.


segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Antoine de Saint-Exupéry

Não poderia deixar de prestar a minha homenagem a Antoine de Saint-Exupéry

(Para um coração poeta)

"Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único do mundo. E serei para ti única no mundo".

"Tu seras pour moi unique au monde. Je serai pour toi unique au monde"
(Espero, um dia, ser a rosa para alguém e serei a única do mundo para esse alguém e esse alguém sera o único do mundo para mim)

"Se tu vens às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz". (disse a raposa...)

"Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla".

"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram oque procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa".

"Minha vida é monótona. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de  sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente de outros...".

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar..."

"Se tu amas uma flor que se acha numa estrela, é doce, de noite, olhar o céu. Todas as estrelas estão floridas."


PARA QUEM AMA, OU PRETENDE AMAR...

"Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção"

"True love begins when nothing is looked for in return."  O verdadeiro amor começa quando nada é procurado em troca.

"Não lhe direi as razões que tens para me amar, pois elas não existem. A razão do amor é o amor."

"O essencial é invisível aos olhos. Quem ama vê além da aparência física e é isto que ama: a essência."


PARA PENSAR

"O que conduz o mundo é o espírito e não a inteligência."

"Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos".

"Apesar da vida humana não ter preço, agimos sempre como se certas coisas superassem o valor da vida humana".

"O significado das coisas nãoa está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas".

"Viva o hoje, pois o ontem já se foi e o amanhã talvez não venha".

"O exercício de todas as virtudes constitui a felicidade das sociedades".

"A perfeição não é alcançada quando já não há mais nada para adicionar, mas quando já não há mais nada que se possa retirar."

"Felicidade! É inútil busca-la em qualquer outro lugar que não seja no calor das relações humanas...ó
Só um bom amigo pode levar-nos pela mão e nos libertar."

"Não chore por ter perdido o pôr do sol, pois as lágrimas te impedirão de comtemplar as estrelas."

"O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem. Por isso, nunca se canse de amar, algum dia você verá os grandes frutos do seu amor que foi sempre cultivado".

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

CLARICE LISPECTOR

"Sabe o que eu quero de verdade!? Jamais perder a sensibilidade, mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma. Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma"...
 Clarice Lispector


"Não suporto meios termos. Por isso, não me doo pela metade. Não sou sua meio amiga nem seu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada"
Clarice Lispector

"Dizem que a vida é para quem sabe viver, mas ninguém nasce pronto. A vida é para quem é corajoso o suficiente para se arriscar e humilde o bastante para aprender."
Clarice Lispector

"Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta. Tens meu número, na verdade, meu coração, então se sentir vontade de falar comigo, me procura você."
Clarice Lispector

"Eu sou uma eterna apaixonada por palavras, música e pessoas inteiras. Não me importa seu sobrenome, onde você nasceu, quanto carrega no bolso. Pessoas vazias são chatas e me dão sono."
Clarice Lispector

"As vezes eu tenho vontade de ser menos intensa, só para poder entender como o resto do mundo aguenta essas coisas que me devoram permanentemente e de uma forma tão absurda..."

FALAS INTELIGENTES

“Sem tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em lugares onde desfilam egos inflados. Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte... Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: 'as pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.”
__Rubem Alves


Minha opinião:
Quando você tem consciência do seu valor...
não é qualquer coisa que te satisfaz...

Acho a inversão de valores a cada dia maior, amar o que esta por fora e nem saber o conteúdo é o que prevalece, que pena...

FRASES DE MÁRIO QUINTANA

FRASES DE UM VERDADEIRO AMOR
 
“Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, e que faço falta quando não estou por perto.”

___Mário Quintana

quarta-feira, 31 de julho de 2013

RAZÃO OU EMOÇÃO

Razão ou Emoção...

Meu cérebro cheio de pensamentos,
cheio de ideias...
muitas coisas, ainda,
tenho a fazer... e vou fazer.
Meu coração, que sempre viveu
de ternura, está cheio de sonhos
Despertei do nada...
Alcançarei a paz e a felicidade
E o nada será como um orgasmo.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

OS MEUS, OS TEUS E OS NOSSOS

Os Meus, Os Teus e Os Nossos

Estou enviando os meus sonhos.
Guarde-os.
Mas não esqueça:
Só quem pode sonha-los,
Sou Eu.
Se quiser poderá lê-los
E depois compara-los
Aos seus.
Mande-me urgente os seus,
Vou fazer o mesmo:
lê-los e guarda-los
Não sem antes
Compara-los aos meus.
Assim vamos descobrir
Se um dia poderemos sonha-los
Juntos e misturados:
Os Teus, Os Meus
Pois serão Os Nossos Sonhos.
(Êidina Queiroz, em 29\07\2013)

domingo, 28 de julho de 2013

O QUE É NAMORAR

O QUE É NAMORAR
Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão  para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar.
Somos livres para optarmos!
 E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém.
É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento."
 - Arnaldo Jabor -

Bom dia, hoje é domingo, dia 28\07\2013, dia de sol, brilhante, céu claro e lindo, acordei feliz, espero espalhar a minha alegria e o meu sorriso para deixar alguém feliz, principalmente quem estiver precisando de um sorriso, de uma palavra ou de uma mão amiga. Aproveitem... é de graça. Quero viver e ser feliz. Beijinho de Asas de Borboleta.

sábado, 27 de julho de 2013

A PRECE QUE NÃO FIZ

A Prece que não fiz

Manhã radiante, alegre
O sol brilha. Acordo.
Vou colher as minhas rosas
Que plantei no teu jardim
Vou colher as minhas rosas
E ferem-me os teus espinhos
E a lembrança das feridas
Que vem sempre atormentar
Fazem que eu plante jasmim
Esqueça de ti e do teu jardim
E nunca mais quero rosas plantar
Penso em lugares distantes
Para toda a angustia espantar
Lembro de lugares bonitos
Procurando me refugiar
Sonho com a praia de Grumari
(a praia mais linda do mundo)
As ondas batendo na areia
O sol brilhando, a água morna
Estou na pedra: sou Sereia
E as Cataratas de Foz,
Lindas em seu esplendor
Num céu cheio de cores
Coroada com arco íris
Cercada de muitas flores
Assim vai passando o tempo...
Assim vou passando a vida...
A noite vem  chegando devagar
E com ela toda a escuridão...
Gostaria de fazer uma prece
E dirigi-la ao Criador
Mas as palavra que tenho
São essas que me sufocam
Na ânsia de romper meu silencio
Não para serem ditas em prece
Mas para serem denuncia
De todo o meu sofrimento

Êdina Queiroz em 07\06\92









CLARICE LISPECTOR

 

E foi tão corpo que foi puro espírito".
A loucura é vizinha da mais cruel sensatez.
Engulo a loucura porque ela me alucina calmamente.
"Bem atrás do pensamento tenho um fundo musical"
"Escuta: Eu te deixo ser, deixa-me ser então"
"Sabe o que eu quero de verdade?! Jamais perder a sensibilidade, mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma. Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma..."
"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..."
"Fiquei com vontade de chorar mas felizmente não chorei, porque quando choro fico tão consolada..."
"Por enquanto, estou inventando a tua presença."
" Minha saudade anda assim espalhada, apertada, sufocada em pequenos espaços geográficos onde pedaços do meu coração residem
"Pois logo a mim, tão cheia de garras e sonhos, coubera arrancar de seu coração a flecha farpada. De chofre explicava-se para que eu nascera com mão dura, e para que eu nascera sem nojo da dor. Para que te servem essas unhas longas? Para te arranhar de morte e para arrancar os teus espinhos mortais, responde o lobo do homem. Para que te serve essa cruel boca de fome? Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer, eu sou o lobo inevitável pois a vida me foi dada. Para que te servem essas mãos que ardem e prendem? Para ficarmos de mãos dadas, pois preciso tanto, tanto, tanto - uivaram os lobos e olharam intimidados as próprias garras antes de se aconchegarem um no outro para amar e dormir. "
"Como se visse alguém beber água e descobrisse que tinha sede. Sede profunda e velha. Talvez fosse apenas falta de vida: estava vivendo menos do que podia e imaginava que sua sede pedisse inundações."

 
Clarice Lispector, minha poetisa predileta. Beijinho de Asa de Borboleta.
 
 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

AMIZADE E AMOR

AMIZADE E AMOR...

Perguntei a um sábio, a diferença que havia entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível, a Amizade mais segura.
... O Amor nos dá asas, a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho, na Amizade compreensão.
O Amor é plantado e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira, e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida companheira.
Mas quando o Amor é sincero ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta, ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração.

- William Shakespeare
 
Beijo de Asas de Borboleta, bem colorido.

MINHA JORNADA

Cada um de nós, tem um caminho, uma jornada a cumprir, um caminho a seguir...

Por que há tantos caminhos?
Para darmos passos errados
Não deixo o caminho certo
Não largo a mala no chão
Não fico no meio da estrada
Não desisto da caminhada

A poeira me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...

Por que há tantos caminhos?
Há muitos passos que voltam
Que desistiram da luta
Que abandonaram a jornada
Caminhavam sem esperanças
Cansaram da caminhada

E o pranto me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...

Por que há tantos caminhos?
Há muitos passos errados
Meus passos sejam mais largos
Meus passos sejam mais firmes
Mais forte seja o meu canto
Mais leve será minha luta

E o canto me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...
(Êidina Queiroz, 12\05\94)






MEU DILEMA

Escrevi Meu Dilema, em 12 de maio de 1992. E guardei, bem guardadinho, dentro de uma gaveta... Costumo escrever quando algum sentimento esta querendo me sufocar e\ou esta me incomodando,  posso esta alegre, ou triste, ou desiludida, ou muito feliz, enfim, costumo escrever e guardar, mas agora, resolvi postar, aqui, neste meu novo blog Asas de Borboletas da Imaginação ate porque todos estão devidamente com registro de autoria.

Grito e tiram-me a luz
Calo e sou incompreendida
Grito e sou injustiçada
Calo e fico sozinha
Grito e ninguém me ouve
Calo e virão os pesadelos
Grito e arrancarão minha língua
Calo e serei crucificada
Grito e dar-me-ão razão?
Calo e serei poupada?
Grito e abrem-se feridas
Calo e choro, e sofro
Grito e olham-me de lado
Calo. Quem cala consente
Grito e sou massacrada
Calo e sofro a angustia
Grito e procuro refúgio
No meu quarto - estou sozinha
(Êidina Queiroz - 12\05\92)


terça-feira, 23 de julho de 2013

LIÇÃO DA BORBOLETA

Lição da borboleta

Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo.
Um homem sentou-se e observou a borboleta por várias horas... em como ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco. De repente, pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia e não conseguia ir além.
Então, o homem decidiu ajudar a borboleta.
Ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.
A borboleta, então, saiu facilmente, mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abririam e se esticariam para serem capazes de suportar o corpo, que iria se firmar com o tempo.
Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas.
Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendeu é que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura é o meio com que Deus permite que o fluido do corpo da borboleta vá para as suas asas, de modo que ela fique pronta para voar, uma vez que consiga estar livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos fazer em nossa vida.
Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, nós não seríamos tão fortes como podemos ser.
Nós nunca poderíamos voar.

Desconheço o autor, mas não pude desperdiçar a chance de tornar publico esta lição de vida... beijinhos de Asas de Borboleta.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

EU SOU ASSIM

EU SOU ASSIM

Tenho um temperamento forte mas também  sou muito meiga, gentil e carinhosa....inteligente, educada, determinada....que não me limito a nada.... mesmo consciente das minhas limitações....vou em busca dos meus sonhos, meus objetivos... e estou sempre de bem com a vida, procurando ser feliz!

Motivos de orgulho
Da minha capacidade de vencer os obstáculos que a vida me apresenta; Ter coragem de lutar, sempre que preciso for; Por ser uma pessoa digna, correta, verdadeira, leal e amiga;

Sou uma mulher extremamente pratica. Detesto falsidade e mentira. Gosto de ter amigos. Amo viver, amo a vida, luto por ela todos os dias.

A beleza me encanta, mas a sinceridade, a lealdade, a fidelidade... ah! me fascinam... Ser uma pessoa verdadeira, sempre... aceito reciprocidade...

Apresentação
Sou filha, neta e bisneta de amazonenses, sou uma amazônida com muito orgulho. Morei em Rio Branco/Porto Velho/Rio. Sou apaixonada pela Amazônia, por seus rios, seus igarapés, seus peixes, sua frutas, sua gente; povo hospitaleiro, generoso, cordial, festeiro e feliz. Tudo da Amazônia me encanta: suas matas, suas lendas, sua exuberância e grandiosidade. Quem sou eu? Sou uma guerreira que sempre batalhou por tudo aquilo que sonhou. E sou muito feliz por tudo o que fiz e sou.

PRIMEIRO PASSO

Estou iniciando hoje, depois de muito tempo, as minhas postagens neste blog, no qual vou falar de poesias, músicas, lugares legais, passeios e outras coisas lindas e boas que podemos fazer, aproveitando a vida.
Tomara que fique bom, que possamos trocar ideias. Espero receber informações e dicas dos leitores, fiquem à vontade para criticar e elogiar em seus comentários.
Beijinhos de Asas de Borboleta.