Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 31 de julho de 2013

RAZÃO OU EMOÇÃO

Razão ou Emoção...

Meu cérebro cheio de pensamentos,
cheio de ideias...
muitas coisas, ainda,
tenho a fazer... e vou fazer.
Meu coração, que sempre viveu
de ternura, está cheio de sonhos
Despertei do nada...
Alcançarei a paz e a felicidade
E o nada será como um orgasmo.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

OS MEUS, OS TEUS E OS NOSSOS

Os Meus, Os Teus e Os Nossos

Estou enviando os meus sonhos.
Guarde-os.
Mas não esqueça:
Só quem pode sonha-los,
Sou Eu.
Se quiser poderá lê-los
E depois compara-los
Aos seus.
Mande-me urgente os seus,
Vou fazer o mesmo:
lê-los e guarda-los
Não sem antes
Compara-los aos meus.
Assim vamos descobrir
Se um dia poderemos sonha-los
Juntos e misturados:
Os Teus, Os Meus
Pois serão Os Nossos Sonhos.
(Êidina Queiroz, em 29\07\2013)

domingo, 28 de julho de 2013

O QUE É NAMORAR

O QUE É NAMORAR
Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão  para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar.
Somos livres para optarmos!
 E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém.
É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento."
 - Arnaldo Jabor -

Bom dia, hoje é domingo, dia 28\07\2013, dia de sol, brilhante, céu claro e lindo, acordei feliz, espero espalhar a minha alegria e o meu sorriso para deixar alguém feliz, principalmente quem estiver precisando de um sorriso, de uma palavra ou de uma mão amiga. Aproveitem... é de graça. Quero viver e ser feliz. Beijinho de Asas de Borboleta.

sábado, 27 de julho de 2013

A PRECE QUE NÃO FIZ

A Prece que não fiz

Manhã radiante, alegre
O sol brilha. Acordo.
Vou colher as minhas rosas
Que plantei no teu jardim
Vou colher as minhas rosas
E ferem-me os teus espinhos
E a lembrança das feridas
Que vem sempre atormentar
Fazem que eu plante jasmim
Esqueça de ti e do teu jardim
E nunca mais quero rosas plantar
Penso em lugares distantes
Para toda a angustia espantar
Lembro de lugares bonitos
Procurando me refugiar
Sonho com a praia de Grumari
(a praia mais linda do mundo)
As ondas batendo na areia
O sol brilhando, a água morna
Estou na pedra: sou Sereia
E as Cataratas de Foz,
Lindas em seu esplendor
Num céu cheio de cores
Coroada com arco íris
Cercada de muitas flores
Assim vai passando o tempo...
Assim vou passando a vida...
A noite vem  chegando devagar
E com ela toda a escuridão...
Gostaria de fazer uma prece
E dirigi-la ao Criador
Mas as palavra que tenho
São essas que me sufocam
Na ânsia de romper meu silencio
Não para serem ditas em prece
Mas para serem denuncia
De todo o meu sofrimento

Êdina Queiroz em 07\06\92









CLARICE LISPECTOR

 

E foi tão corpo que foi puro espírito".
A loucura é vizinha da mais cruel sensatez.
Engulo a loucura porque ela me alucina calmamente.
"Bem atrás do pensamento tenho um fundo musical"
"Escuta: Eu te deixo ser, deixa-me ser então"
"Sabe o que eu quero de verdade?! Jamais perder a sensibilidade, mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma. Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma..."
"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..."
"Fiquei com vontade de chorar mas felizmente não chorei, porque quando choro fico tão consolada..."
"Por enquanto, estou inventando a tua presença."
" Minha saudade anda assim espalhada, apertada, sufocada em pequenos espaços geográficos onde pedaços do meu coração residem
"Pois logo a mim, tão cheia de garras e sonhos, coubera arrancar de seu coração a flecha farpada. De chofre explicava-se para que eu nascera com mão dura, e para que eu nascera sem nojo da dor. Para que te servem essas unhas longas? Para te arranhar de morte e para arrancar os teus espinhos mortais, responde o lobo do homem. Para que te serve essa cruel boca de fome? Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer, eu sou o lobo inevitável pois a vida me foi dada. Para que te servem essas mãos que ardem e prendem? Para ficarmos de mãos dadas, pois preciso tanto, tanto, tanto - uivaram os lobos e olharam intimidados as próprias garras antes de se aconchegarem um no outro para amar e dormir. "
"Como se visse alguém beber água e descobrisse que tinha sede. Sede profunda e velha. Talvez fosse apenas falta de vida: estava vivendo menos do que podia e imaginava que sua sede pedisse inundações."

 
Clarice Lispector, minha poetisa predileta. Beijinho de Asa de Borboleta.
 
 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

AMIZADE E AMOR

AMIZADE E AMOR...

Perguntei a um sábio, a diferença que havia entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível, a Amizade mais segura.
... O Amor nos dá asas, a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho, na Amizade compreensão.
O Amor é plantado e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira, e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida companheira.
Mas quando o Amor é sincero ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta, ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração.

- William Shakespeare
 
Beijo de Asas de Borboleta, bem colorido.

MINHA JORNADA

Cada um de nós, tem um caminho, uma jornada a cumprir, um caminho a seguir...

Por que há tantos caminhos?
Para darmos passos errados
Não deixo o caminho certo
Não largo a mala no chão
Não fico no meio da estrada
Não desisto da caminhada

A poeira me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...

Por que há tantos caminhos?
Há muitos passos que voltam
Que desistiram da luta
Que abandonaram a jornada
Caminhavam sem esperanças
Cansaram da caminhada

E o pranto me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...

Por que há tantos caminhos?
Há muitos passos errados
Meus passos sejam mais largos
Meus passos sejam mais firmes
Mais forte seja o meu canto
Mais leve será minha luta

E o canto me sufocando...
E eu caminhando...
E eu caminhando...
(Êidina Queiroz, 12\05\94)






MEU DILEMA

Escrevi Meu Dilema, em 12 de maio de 1992. E guardei, bem guardadinho, dentro de uma gaveta... Costumo escrever quando algum sentimento esta querendo me sufocar e\ou esta me incomodando,  posso esta alegre, ou triste, ou desiludida, ou muito feliz, enfim, costumo escrever e guardar, mas agora, resolvi postar, aqui, neste meu novo blog Asas de Borboletas da Imaginação ate porque todos estão devidamente com registro de autoria.

Grito e tiram-me a luz
Calo e sou incompreendida
Grito e sou injustiçada
Calo e fico sozinha
Grito e ninguém me ouve
Calo e virão os pesadelos
Grito e arrancarão minha língua
Calo e serei crucificada
Grito e dar-me-ão razão?
Calo e serei poupada?
Grito e abrem-se feridas
Calo e choro, e sofro
Grito e olham-me de lado
Calo. Quem cala consente
Grito e sou massacrada
Calo e sofro a angustia
Grito e procuro refúgio
No meu quarto - estou sozinha
(Êidina Queiroz - 12\05\92)


terça-feira, 23 de julho de 2013

LIÇÃO DA BORBOLETA

Lição da borboleta

Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo.
Um homem sentou-se e observou a borboleta por várias horas... em como ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco. De repente, pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia e não conseguia ir além.
Então, o homem decidiu ajudar a borboleta.
Ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.
A borboleta, então, saiu facilmente, mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abririam e se esticariam para serem capazes de suportar o corpo, que iria se firmar com o tempo.
Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas.
Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendeu é que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura é o meio com que Deus permite que o fluido do corpo da borboleta vá para as suas asas, de modo que ela fique pronta para voar, uma vez que consiga estar livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos fazer em nossa vida.
Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, nós não seríamos tão fortes como podemos ser.
Nós nunca poderíamos voar.

Desconheço o autor, mas não pude desperdiçar a chance de tornar publico esta lição de vida... beijinhos de Asas de Borboleta.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

EU SOU ASSIM

EU SOU ASSIM

Tenho um temperamento forte mas também  sou muito meiga, gentil e carinhosa....inteligente, educada, determinada....que não me limito a nada.... mesmo consciente das minhas limitações....vou em busca dos meus sonhos, meus objetivos... e estou sempre de bem com a vida, procurando ser feliz!

Motivos de orgulho
Da minha capacidade de vencer os obstáculos que a vida me apresenta; Ter coragem de lutar, sempre que preciso for; Por ser uma pessoa digna, correta, verdadeira, leal e amiga;

Sou uma mulher extremamente pratica. Detesto falsidade e mentira. Gosto de ter amigos. Amo viver, amo a vida, luto por ela todos os dias.

A beleza me encanta, mas a sinceridade, a lealdade, a fidelidade... ah! me fascinam... Ser uma pessoa verdadeira, sempre... aceito reciprocidade...

Apresentação
Sou filha, neta e bisneta de amazonenses, sou uma amazônida com muito orgulho. Morei em Rio Branco/Porto Velho/Rio. Sou apaixonada pela Amazônia, por seus rios, seus igarapés, seus peixes, sua frutas, sua gente; povo hospitaleiro, generoso, cordial, festeiro e feliz. Tudo da Amazônia me encanta: suas matas, suas lendas, sua exuberância e grandiosidade. Quem sou eu? Sou uma guerreira que sempre batalhou por tudo aquilo que sonhou. E sou muito feliz por tudo o que fiz e sou.

PRIMEIRO PASSO

Estou iniciando hoje, depois de muito tempo, as minhas postagens neste blog, no qual vou falar de poesias, músicas, lugares legais, passeios e outras coisas lindas e boas que podemos fazer, aproveitando a vida.
Tomara que fique bom, que possamos trocar ideias. Espero receber informações e dicas dos leitores, fiquem à vontade para criticar e elogiar em seus comentários.
Beijinhos de Asas de Borboleta.